2 de março de 2015

Serotonina, bem-estar, e apetite: modelação nutricional


Já falámos um pouco aqui no blogue sobre a serotonina, um neurotransmissor derivado do aminoácido triptofano, e responsável por sensações de bem-estar, alegria, saciedade, controlo de impulsos, tomada de decisões, racionalidade, e muitas outros aspectos do comportamento e cognição. Baixos níveis de serotonina estão associados a vários distúrbios do foro comportamental e clínico como o autismo, deficit de atenção, bipolaridade, esquizofrenia, e depressão. São vários os aspectos nutricionais que condicionam a síntese de serotonina e a sua acção a nível neuronal, e muitos deles deficiências nutricionais comuns nos dias de hoje. O que podemos fazer para garantir uma produção eficiente deste neurotransmissor? Como restaurar o equilíbrio, bem-estar, e controlo total sobre o apetite?

12 de fevereiro de 2015

Síndrome pré-menstrual: apetite por doces e sintomas associados


As mulheres sentem grandes mudanças no seu corpo ao longo do ciclo menstrual, e a fase mais crítica é mesmo o período que antecede a menstruação. Aqui normalmente o apetite por doces dispara, a retenção de líquidos atinge o desconforto em muitos casos, e as flutuações de humor são as que todos sabemos (principalmente os homens...). São várias as vezes que me perguntam porquê, e hoje foi mais uma dessas vezes. Porque não escrever um artigo breve sobre isso?

4 de fevereiro de 2015

Seminário "Mitos em Nutrição Desportiva e Clínica" - 15 de Março, Lisboa

No próximo dia 15 de Março vai ter lugar o Seminário "Mitos em Nutrição Desportiva e Clínica", comigo e com os meus amigos Pedro Bastos e Filipe Teixeira. Conto convosco :)


3 de fevereiro de 2015

Certificação em Nutrição Desportiva - Porto

Já na sua 6ª edição, desta vez levamos a Certificação Internacional em Nutrição Desportiva até ao Porto.

CERTIFICAÇÃO em NUTRIÇÃO DESPORTIVA | Porto (Gaia)
WellXProSchool | NutriScience | Tudor Bompa Institute

28 de Março a 24 de Maio | 48 horas | 9,6 UC

Mais informações em http://www.wellxproschool.com/Page/Details/84 ou através do email geral@wellxproschool.com



2 de fevereiro de 2015

Dietas de restrição calórica, apetite por doces, e serotonina: existe ligação?


Não é fácil manter uma dieta de restrição calórica, e o andar de cima (cérebro) é um dos mais afectados quando decidimos entrar em privação de livre e espontânea vontade. Aqueles cravings por açúcar e hidratos de carbono refinados, irritabilidade, ansiedade... Tudo isto são sintomas comuns que ouvimos muitas vezes relatados. Será apenas uma questão de força de vontade? Ou haverá algo de neurofisiológico em tudo isto? Um estudo acabadinho de sair do forno traz uma possível explicação para a mesa. A privação energética provoca reduções nos níveis plasmáticos de leptina, nada de novo [link], e também de tripfonano. Este último é o aminoácido percursor da serotonina, um neurotrasmissor de relaxamento e bem-estar [link].

27 de janeiro de 2015

Uma abordagem funcional à nutrição



Na próxima 6ª feira começa a 3ª Edição do Curso Avançado de Nutrição Clínica, desta vez sob o mote "Uma Visão Funcional e Personalizada" [link]. Como sabem, tenho a honra e o prazer de fazer parte do corpo docente como colaborador de longa data da Nutriscience. Este ano cabe-me a mim abrir o curso com uma introdução à Nutrição Funcional. E no fundo, o que é isto da Nutrição Funcional?

26 de janeiro de 2015

Leite "orgânico" e convencional: qual a diferença?


Estava eu aqui a pesquisar na Internet sobre as novidades do Mundo da ciência quando me deparei com um artigo que me pareceu interessante de partilhar convosco. Não o trabalho em si mas algumas reflexões sobre aquilo que conclui. Trata-se de uma revisão sobre as diferenças entre o leite orgânico e convencional no que toca à riqueza nutricional e suas diferenças [link]. O que significa mesmo "orgânico"? Será um selo que confere só por si uma vantagem que justifica o preço? Talvez não...

24 de janeiro de 2015

Red Yeast Rice para o colesterol elevado e inflamação


É raro hoje em dia alguém com níveis de colesterol acima do recomendado sair do consultório médico sem uma prescrição de estatinas, mesmo tendo em conta os novos desenvolvimentos pouco abonatórios para esta classe de drogas. Mas as estatinas não apareceram do nada e na verdade existem alternativas na Natureza aos compostos sintetizados e com patentes de milhões: o Red Yeast Rice, disponível como suplemento alimentar. Mas serão os seus efeitos comparáveis? E em relação aos riscos? Trata-se de um composto ainda mal estudado, mas um trabalho publicado recentemente vem alegar efeitos comparáveis aos das estatinas, e que não se limitam à redução do colesterol. A suplementação com Red Yeast Rice parece reduzir o LDL-c, colesterol total, e aumentar significativamente os níveis de adiponectina [link].

20 de janeiro de 2015

Insulina - amigo ou vilão? Efeito a nível do tecido adiposo castanho


Muito temos ouvido sobre os efeitos nefastos da insulina. A insulina engorda... A insulina inflama... A insulina isto e aquilo, etc, etc. Apesar de haver um traço de verdade em tudo isto, a insulina está longe de ser uma hormona que trabalha contra nós. Antes pelo contrário. Os problemas surgem é quando ela não funciona devidamente, o que infelizmente é bem comum hoje em dia. Aquilo a que chamamos resistência à insulina. Quando tudo funciona bem, algumas das suas acções são precisamente promover saciedade, e também o gasto de mais energia.

11 de janeiro de 2015

A Dieta dos Signos


Sempre quis escrever um livro. É um objectivo que tenho, e diga-se a verdade, escrever sobre dietas está na moda. Toda a gente já percebeu que não existe uma dieta que sirva a toda a gente certo? O segredo está na personalização do programa alimentar mediante a individualidade metabólica de cada um (e astral segundo parece). Temos a dieta do tipo sanguíneo, do tipo metabólico... e agora dos signos. Estava a navegar pelo Facebook, uma das minhas fontes de inspiração, e deparei-me com esta maravilha. A "Dieta dos Signos" [link]. Que ideia fantástica! Como Virgem que sou (dispenso as piadas), fiquei a saber que:
Para si, a saúde é muito importante e não há nada que não saiba sobre nutrição. No entanto, nem sempre coloca em prática as suas teorias. O peso extra que tem normalmente é uma consequência de uma fase de maior ansiedade, que o/a leva a comer em excesso.

PARA EVITAR PROBLEMAS DE SAÚDE, RESULTANTES DA ANSIEDADE, DIMINUA O CONSUMO DE GORDURAS E PROTEÍNAS QUE SEJAM DE DIFÍCIL DIGESTÃO. INGIRA ALIMENTOS RICOS EM CÁLCIO, CEREAIS INTEGRAIS E PRODUTOS LÁCTEOS. 

Depois disto tenho de rever tudo o que sei e acredito em nutrição. Ou então nasci no mês errado... De facto comer cereais e lacticínios é coisa que não faço. Isso explica muita coisa! Ando aqui com uma dor no joelho direito que nunca soube a causa... E este ano já me constipei uma vez, e nem a canja de galinha resultou...

Se ainda não perceberam, estava a brincar... A cegueira pela fórmula mágica para emagrecer, e sem esforço já agora, faz com que as pessoas sejam "engrupidas" a torto e a direito. Basta escrever umas coisas ao encontro de crenças, e está feito. Uma série de banalidades que assentam em toda e gente e pronto... Já vejo um livro nas prateleiras da FNAC chamado "A Dieta dos Signos", e até sei quem o gostaria de escrever. Mas já vais tarde! 

Entretanto vou ali ler o horóscopo. Bom fim-de-semana...