23 de maio de 2011

Seminário "Inflamação e Dor Crónica": a minha overview


Como dei conta aqui no blogue, este fim-de-semana decorreu o seminário "Inflamação e Dor Crónica: Papel da Nutrição e do Estilo de Vida", um evento promovido pela NutriScience. Estive presente em ambos os dias e queria aqui falar um pouco do que se passou por lá e deixar algumas perspectivas futuras de um grupo multidisciplinar e coeso que promete dar cartas na consultadoria e formação em nutrição e saúde.


O curso teve lugar no Hotel Mundial, em Lisboa, um espaço perfeitamente adequado a eventos deste tipo. Pequenos pormenores (ou talvez não tão pequenos) como estacionamento gratuito, coffee-break, restaurante, sala muito confortável, etc marcam de facto a diferença entre uma organização profissional e amadora. Fomos brindados com tudo isso.

Em relação ao conteúdo, não posso dizer que tenha ficado surpreendido. A excelência era já expectável pelo que conheço da equipa e do Pedro Bastos em particular. Tive o prazer de conhecer o investigador espanhol Maelan Fontes, uma pessoa muito sabedora e extremamente acessível que ultrapassou com mestria a barreira da língua.

Na sinopse do evento constam os temas em agenda e é escusado repeti-los. Destaco a abordagem descontraída e muito clara dos formadores, pouco convencional e com a controvérsia que se deseja. De ouvir a mesma lenga-lenga vezes sem conta já estamos fartos. Após uma exposição de conceitos e processos biológicos básicos, sempre à luz do que de mais recente de faz em ciência, não foi descurada a aplicação prática que os profissionais da área tanto necessitam. Discutimos mecanismos e teorias, mas o que dizer na manhã seguinte ao doente que entra no consultório?

Entre tantos temas interessantes, não é fácil destacar um. Talvez sublinhasse o SIBOS (small intestine bacterial overgrowth) e seu tratamento pela prevalência com que me deparo. Poucos são os profissionais sensibilizados para o problema e que conseguem melhorar efectivamente a qualidade de vida dos seus pacientes. Eu próprio sofro de desconforto intestinal e tenciono aplicar algumas das dicas que o Maelan Fontes nos deu. Peço desculpa por não as revelar aqui, mas isso ficará entre o grupo por respeito ao formador que preparou a sua palestra com tanto afinco.

Mas o ponto mais forte do evento não foi o conteúdo em si, ou apenas o conteúdo. Foi possível reunir um grupo de pessoas multidisciplinar e que constituem a nata das suas áreas de intervenção. Tivemos desde nutricionistas, fisioterapeutas, professores universitários e formadores na área do desporto, osteopatas, entre outros. Todos deram o seu contributo e enriqueceram um seminário já de si muito bom. A meu ver, esta é a característica que diferencia a NutriScience de outras empresas de formação. Um grupo fiel, coeso, competente, solidário e receptivo a novas ideias, sempre com o objectivo nobre de melhor servir quem os procura.

No final da formação houve um jantar de curso. Tive a oportunidade de conhecer melhor alguns dos participantes num ambiente muito amigável e descontraído. Ao contrário do habitual, não me senti um ET entre tantas pessoas que partilham interesses comigo e com tantas experiências distintas e complementares. Espero que se façam encontros regulares, mesmo que espontâneos, em que possa participar e absorver um pouco mais do seu conhecimento e, com toda a modéstia, contribuir com um pouco do meu.

Espero também que o grupo se possa alargar, quem sabe com leitores deste blogue. Estão previstos novos cursos e palestras que serão revelados a seu tempo.

Um especial agradecimento ao Pedro, André e Alexandre, organizadores do evento, pelo excelente fim-de-semana que me proporcionaram.



Sem comentários:

Enviar um comentário