6 de junho de 2011

O "Peso Pesado": semana 5


Já lá vai mais uma semana no "Peso Pesado" e mais uma dupla foi expulsa da casa. Desta vez a fava saiu à dupla rosa. Como é hábito, vou aqui fazer uma comparação, a última, entre a 5ª semana na herdade e no "The Biggest Loser". Veremos também um gráfico que representa a evolução dos concorrentes em ambos os programas.


Estas comparações começam a deixar de fazer sentido. Os programas são feitos em diferentes moldes. Além disso, esta semana uma nova (velha) dupla chegou ao "Peso Pesado" e isso altera significativamente o jogo. Como tal, esta será a última comparação semanal entre o "Peso Pesado" e o "The Biggest Loser". Farei no entanto uma análise final quando chegar a altura. A partir de agora vou apenas comentar a evolução dos concorrentes Portugueses e algum aspecto digno de nota.

Aqui está a tabela comparativa desta semana (clique para ampliar):



Semana 1
Semana 2
Semana 3
Semana 4

Como vemos, a 5ª semana no "Peso Pesado" foi mais fraca do que a anterior e do que o período homólogo no "The Biggest Loser". Os concorrentes perderam em média 3.5 Kg e 2.4% do peso corporal. Não considerei a dupla bege esta semana porque não estiveram sujeitas às mesmas condições que os outros concorrentes.

Após 5 semanas parece-me interessante representar graficamente a evolução dos concorrentes (clique para ampliar):


Não há muito a dizer e o gráfico é auto-explicativo. Exceptuado a 1ª semana, os resultados não têm diferido muito entre o "Peso Pesado" e o "The Biggest Loser", embora sejam de maior magnitude neste último. Reparem nas subidas e descidas em ambas as séries. Uma boa semana parece ser seguida por uma mais fraca, à qual se segue uma mais positiva muito parecida com a primeira. Isto é quase senso comum e demonstra que a perda de peso não é contínua, independentemente do balanço energético imposto.

De um modo geral, não se pode dizer que os resultados no "Peso Pesado" sejam negativos. Apesar de os conteúdos do programa serem muito fracos, a balança não os tem castigado por aí além. Votos sinceros de sucesso para os concorrentes, alheios a uma produção medíocre que muito mal tem explorado o enorme potencial do programa. Esperemos pelo que o futuro reserva...



Sem comentários:

Enviar um comentário