14 de agosto de 2011

Estudo indica que a AAKG não aparenta ter qualquer efeito vasodilatador


Um estudo recente da Universidade de Baylor indica que um suplemento desportivo comercializado para aumentar a perfusão muscular, a arginina alfa-cetoglutarato (AAKG), não aumenta o fluxo sanguíneo como afirmado e não representa qualquer benefício adicional ao exercício por si só.


Nos últimos anos vários têm sido os suplementos que utilizam AAKG na sua formulação, alegadamente para aumentar a produção de NO e estimular a vasodilatação. Os investigadores da Universidade de Baylor estudaram o efeito da AAKG em 24 homens através da avaliação do fluxo sanguíneo braquial após exercício. Os resultados indicam que o AAKG não tem um impacto significativo na hemodinâmica em resposta ao treino.

"Nós vimos um ligeiro aumento no fluxo sanguíneo, mas este efeito pode ser atribuído apenas ao exercício e não ao suplemento", disse o Dr. Willoughby, autor do estudo. "Os dados parecem refutar as alegadas suposições e afirmações dos comerciantes de que os vasodilatadores são eficazes em aumentar o fluxo sanguíneo no músculo durante o treino. Além do mais, demonstrámos especificamente que o exercício aumenta a vasodilatação, fluxo arterial e níveis de NO, mas a AAKG não providencia qualquer efeito adicional ou preferencial em comparação com o placebo".




Willoughby DS, Boucher T, Reid J, Skelton G, Clark M. Effects of seven days of arginine-alpha-ketoglutarate supplementation on blood flow, plasma L-arginine, nitric oxide metabolites, and asymmetric dimethyl arginine after resistance exercise. International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism, 21:291-99, 2011


Baylor University (2011, August 11). Popular muscle-boosting supplement does not increase blood flow, study suggests. ScienceDaily.

13 comentários:

  1. Ao ler mais este estudo,suou-me ao ouvido um comentário do velhinho Arnold Schwarzenegger:
    - Tudo o que um culturista necessita para crescer pode encontrar na sua mercearia de esquina.E não é que o gajo tem razão?

    ResponderEliminar
  2. pois pedrinho, mas a mercearia do Arnold vendia esteróides de cavalo...

    ResponderEliminar
  3. Todos sabemos que o Arnol e companheiros da época,foram ajudados pelo belo do "DIANABOL" mas o seu comentário mantem-se válido,porque no seu tempo os suplementos alimentares eram apenas isso,suplementos,que pouco mais adiantavam ao resultado final,e hoje em dia é o que se vê,mil e um produtos de eficácia mais que duvidosa,a prometerem milagres na hipertrofia muscular.
    Resumido,para um culturista natural como eu,a mercearia do meu bairro,tem tudo o que necessito.

    ResponderEliminar
  4. Pedrinho, não duvido da veracidade da filosofia em si, como é óbvio. Apenas que o senhor Arnold a proferiu num plano de "faz o que eu digo, não o que eu faço". Porque o sernhor Arnold era conhecidíssimo por experimentar e tomar TUDO o que lhe aparecesse à frente. Basta investigar. É claro que essa parte não aparece no doc.

    ResponderEliminar
  5. Em termos de suplementação essencial devemos sim ter proteína (uma Whey e outra de libertação gradual) e uma bebida isotónica com BCAA's para o treino.
    De resto, não valerá muito a pena andar a gastar € extra, especialmente nos dias que correm.

    ResponderEliminar
  6. Mais um estudo que confirma a inutilidade da arginina como percursora do Óxido Nitríco.
    Mas a Arginina pode ter outra utilidade como aumentar a produção da hormona de crescimento. Têm é de ser em doses elevadas (10 a 30g) e tomada jejum ou pelos menos depois de um período de pelo menos 3 horas sem comer.
    Penso que existem estudos suficientes que o provam, o que achas Sérgio?

    ResponderEliminar
  7. Existem sim. A carga de L-Arg é aliás um teste validado para a insuficiência de GH.

    ResponderEliminar
  8. Ouvi dizer muito bem de GH max da Universal que tem precisamente esse objectivo de estimular o aumento da HC de forma natural, atraves da Arginina e da Ornitina. É importante que seja tomada em jejum!! Porem, as doses de arginina não são elevadas (apenas 5 g por dose)... Achas que por esta razão este suplemento deixa de fazer sentido ou nem por isso, Sérgio?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho muitas dúvidas de qualquer suplemento que alegue aumentar os níveis de GH... a ciência tem sido clara... o efeito parece ser negligenciável.

      Eliminar
  9. Boa noite, provavelmente este meu pequeno comentário não vai ser lido nem esclarecido, mas aqui vai na mesma. Começo por referir que após pesquisa encontrei um suplemento de CITRULINa. É de referir que o mesmo é descrito da seguinte forma, a citrulina como suplemento é utilizada por assim dizer para produzir arginina,que por sua vez produz NO ou óxido nítrico.A minha pergunta é a seguinte, a citrulina como suplemento resulta?. Já agora em relação á Beta Alamina tem algum conhecimento sobre a mesma que me possa esclarecer?. Obrigado pela atenção dispensada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos os comentários no Fat New World são lidos...

      A citrulina aparenta ter outros efeitos e desempenhar um papel importante na recuperação muscular. É um suplemento interessante e com resultados positivos. A beta-alanina funciona mais como buffer e osmolito, e é também ela um suplemento a ter em conta. Quando o volume de treino e intensidade são grandes, costumo recomendar ambos

      Eliminar
  10. Caro Senhor desde já agradeço o esclarecimento e a atenção dispensada ao meu comentário. Acontece que comecei a tomar L-Carnitina, mais precisamente a L-Carnitina 3000 da Gold Nutrition, ou seja cada frasquinho contêm 3 gramas de L-Carnitina. Na primeira toma notei diferenças no meu desempenho, isto é neste momento estou a realizar um programa de treinos que encontrei na internet apelidado de P90X2,programa esse que incluí treino de cardio,força, alongamentos através de diversos movimentos pré-existentes no mundo do fitness ou criados para o programa expecificamente.Na primeira toma de L-Carnitina notei diferença substancial no meu desempenho, no dia a seguir e continuando a toma do mesmo produto não senti a mesma melhoria. Decidi no entanto aumentar a dosagem, isto é 2 frascos, 6gramas de L-Carnitina e durante o treino novamente um desempenho muito bom. Reparei inclusive que no dia seguinte quando me levantei para ir trabalhar e vesti um par de calças e fui apertar o cinto,constatei que podia apertar o cinto em mais um furo e senti as calças mais largas na cintura, apenas de um dia para o outro. Estou a pensar em aumentar a dosagem novamente e agora para 9gramas. A minha pergunta é a seguinte existe o risco de vir a sofrer de efeitos secundários?, se sim quais?. Li alguma coisa ácerca da L-Carnitina, para uns milagrosa, para outros o seu efeito para emagrecer nunca foi realmente atestado em estudos cientificos, isto é sabem para o que serve e o que faz, mas que não foi possível comprovar que a suplementação com a mesma não conduz a uma perda significativa de peso em relação a um placebo, no entanto aqui deixo a minha dúvida, e se nos estudos realizados tivessem usado dosagens superiores áquelas que usaram, será que os resultados seriam outros?. Obrigado pela atenção dispensada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Frederico,

      A verdade é que os benefícios da l-carnitina para perda de peso não são consensuais entre a comunidade científica. Não aconselho a exceder as 6g/d, porque esta é a margem considerada segura e testada. Com doses mais altas não há estudos que atestem a sua segurança.

      Cumps

      Eliminar