16 de setembro de 2011

A radiação dos telemóveis inibe o metabolismo da glicose no cérebro humano


Medições recentes através de tomografia por emissão de positrões (PET scan) na Finlândia mostram que os campos electromagnéticos GSM dos telemóveis suprimem o metabolismo da glicose no cérebro humano.


Treze jovens do sexo masculino foram expostos a um sinal GSM durante 33 minutos. O estudo, conduzido pelo Centro de Neurociências Cognitivas da Universidade de Turku, é único do ponto de vista metodológico uma vez que combina a imagiologia cerebral com medições da temperatura da pele.



As imagens PET adquiridas após exposição revelaram uma redução da taxa metabólica da glicose no cérebro. Também foi verificado um ligeiro aumento da temperatura no hemisfério exposto. A capacidade de executar tarefas cognitivas simples não foi afectada.

Os resultados dos investigadores indicam que a exposição aguda a radiação electromagnética GSM pode afectar localmente o metabolismo energético no cérebro. Não são claras as implicações desta observação, mas é legítimo especular que afecte os mecanismos de homeostase energética e regulação metabólica coordenados pelo sistema nervoso central.



Kwon MS, et al. (2011). "GSM mobile phone radiation suppresses brain glucose metabolism". Journal of Cerebral Blood Flow & Metabolism. September 14. doi:10.1038/jcbfm.2011.128.


Academy of Finland (2011, September 15). Mobile phone electromagnetic field affects local glucose metabolism in the human brain, Finnish study finds. ScienceDaily. Retrieved September 16, 2011.



1 comentário:

  1. Ora bolas,e eu a pensar que os telélés davam era saúde à "tontinha" da rapaziada...Lol.

    ResponderEliminar