14 de novembro de 2011

Propostas de ceia para diabéticos, by APN


Acordei a meio do meu período de hibernação intelectual para partilhar convosco as propostas de ceia que a Associação Portuguesa dos Nutricionistas tem para diabéticos:

Bela forma de celebrar o dia internacional do diabético. Recrutar mais alguns... Bolacha Maria é o novo alimento funcional.

Fonte

12 comentários:

  1. Seria engraçado se não fosse trágico...

    ResponderEliminar
  2. Estas ceias foram pensadas para diabéticos pobres.Os mais endinheirados podem substituir a velha bolacha Maria e o copo de leite, por um bolo de bolacha,e um leite com chocolate.

    ResponderEliminar
  3. Este documento da APN é um completo lixo, demonstrativo do fraco conhecimento em geral que possuem da alimentação humana, designadamente em condições especiais como é a diabetes. Demasiado trágico para ser verdade, mas é o que temos e nunca passará disto. Fonte: http://www.fat-new-world.com/2011/11/propostas-de-ceia-para-diabeticos-by.html

    ResponderEliminar
  4. Então e como na política, qual é a tua proposta?

    ResponderEliminar
  5. Dezenas de estudos já demonstraram que uma dieta com Carga Glicémica reduzida e/ou baixa em Frutose é bem mais adequado para Diabéticos que a dieta preconizada no documento em questão, que apresenta uma elevada Carga Glicémica e até admite a ingestão de bolachas com açúcar.

    Tenho que concordar com o RC: este documento é um completo lixo e quem o escreveu deveria ser processado judicialmente, pois não é admissível que um grupo fazedor de opinião perceba mais de bolachas (Maria e não só) que de Bioquímica Humana.

    ResponderEliminar
  6. Já há bolachas Maria sem açúcar! Provavelmente haja um protocolo com ditas bolachas e os produtores de leite!
    Enfim! Quando são os profissionais da área os primeiros a preconizarem tais bacoradas nem quero ver o pequeno almoço ou almoço aconselhado por eles!

    ResponderEliminar
  7. "Quem pretende ganhar peso deve apostar nos alimentos mais ricos no nutriente mais caloricamente denso: a gordura. A gordura tem 9 kcal por grama, mais do dobro da proteína e hidratos de carbono, cada um com 4 kcal por grama. A água tem zero calorias, e por isso deve evitar alimentos muito ricos em água ou confeccionados com muita água para que não fique com o estômago cheio e com poucas calorias" (Fonte: http://consultoriodenutricao.blogs.sapo.pt/81582.html ) É fantástico como os nutricionistas não se dão mínima conta de que todos os seus paradigmas (ou serão mais "divagações líricas"?), designadamente o low-fat, nunca funcionaram. Neste caso estão a recomendar uma dieta hiperlipídica que até é capaz de emagrecer ainda mais quem pretende engordar. E a teoria de que beber muita água emagrece é do melhor, não tem qualquer base teórica ou prática, fazer o quê? O melhor mesmo é fazer tudo ao contrário, é maior a probabilidade de funcionar!

    ResponderEliminar
  8. As especialistas portuguesas das dietas low-fat parece que estão todas com uns quilinhos a mais, ou será só impressão das fotografias? -> http://www.nutritionawards.pt

    ResponderEliminar
  9. O mito das bolachas marias saudáveis... Os meus caros colegas deviam começar a ler os rótulos como recomendam aos seus utentes, talvez assim começassem a praticar nutrição baseada na evidência, em vez do que "o que se deu na faculdade há muito muito tempo..."

    ResponderEliminar
  10. Statin Use and Risk of Diabetes Mellitus in Postmenopausal Women in the Women's Health Initiative. Arch Intern Med. 2012 Jan 10. [Epub ahead of print] PubMed PMID: 22231607. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22231607

    Effects of a low-fat dietary intervention on glucose, insulin, and insulin resistance in the Women's Health Initiative (WHI) Dietary Modification trial. Am J Clin Nutr. 2011 Jul;94(1):75-85. Epub 2011 May 11. PubMed PMID: 21562091; PubMed Central PMCID: PMC3127523. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21562091

    ResponderEliminar
  11. É notável como há 120 anos, apesar da rudimentaridade e da ausência de estudos, os estudiosos da diabetes, com bases essencialmente empíricas, tinham mais pistas que hoje -> http://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/16503/3/106_3_EMC_I_01_P.pdf

    ResponderEliminar
  12. Cheguei ao seu blog e mais precisamente a este post apenas agora e por mero acaso, no entanto fiquei curiosa quanto a uma possivel proposta elaborada por si. Na sua opinião qual seria então uma ceia adequada a um diabético?

    ResponderEliminar