24 de abril de 2012

Um jantar Paleolítico?



Já algumas pessoas me chamaram a atenção para uma notícia do Público sobre um suposto jantar Paleolítico. Quando li o título também fiquei interessado e expectante com o que iria encontrar. Depois olhei o menu e vi que o prato principal era salmão fumado com farinha de trigo e puré de milho. Não passei dessa linha... ridículo.

Artigos relacionados:
A evolução da dieta e implicações na saúde humana

23 de abril de 2012

Seminário "Leite, carga glicémica e doenças da civilização" - 26 de Maio em Almada


No próximo dia 26 de Maio terá lugar o seminário "Leite, carga glicémica e doenças da civilização". Mais uma vez a Nutriscience leva até vós ciência de excelência destinada não só a profissionais mas também a um público cada vez mais exigente e informado. O evento irá decorrer em Almada, no auditório do Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz, com um custo de 50 eur para o público em geral e 30 eur para estudantes. Para mais informações é favor consultar a página da Nutriscience. Espero-vos lá!

22 de abril de 2012

Avaliando a composição corporal visualmente

Uma das formas mais expeditas de avaliar a composição corporal é através da percentagem de massa gorda, vulgo BF (body fat). Os aparelhos de bioimpedância são hoje comuns nos ginásios e até em casa como meio de medir a BF. No entanto, este método sofre muitas vezes de um erro grosseiro associado ao estado electrolítico e de hidratação da pessoa. As pregas cutâneas não são um método simples de auto-avaliar a composição corporal. Mas existem processos bem mais exactos, como a pesagem hidrostática e DXA, que não estão ao alcance de qualquer um. Como tal, sempre sugeri que num indivíduo comum a BF fosse avaliada a "olhómetro" através de espelho. De seguida apresento-vos um esquema que pode ajudar na interpretação da imagem e elucidar um pouco acerca da percentagem de BF (cliquem na imagem para ampliar).


19 de abril de 2012

Um campeão sem glúten



Como sabem (ou ficam a saber), o glúten é um dos meus ódios de estimação. Existem cada vez mais evidências de que o espectro de manifestações provocadas pelas proteínas dos cereais não se limita à doença celíaca típica. Os novos testes serológicos revelam-nos que a frequência de pessoas sensíveis ao glúten é bem maior do que se julgava. A intolerância ao glúten, que não é doença celíaca, pode emergir em qualquer altura de forma silenciosa ou com sintomas ligeiros muitas vezes subclínicos. Um dos intolerantes ao glúten mais famoso é Novak Djokovic, um dos melhores tenistas da actualidade. O seu sucesso competitivo veio quando o trigo e cereais aparentados foram retirados da dieta. Segue-se um texto de Pedro Keul sobre a história de Djokovic, com uma opinião algo discutível de um "especialista". A intolerância ao glúten nada tem a ver com efeito placebo... é um problema real e diagnosticável.

Artigos relacionados:
Afinal não é preciso ter doença celíaca ou alergia para ser sensível ao glúten
A aveia é Paleo?


18 de abril de 2012

O consumo de café segundo Charles Poliquin



Uma questão muito comum entre os entusiastas do fitness é se o café deve ou não fazer parte da dieta. O reconhecido treinador Charles Poliquin responde a essa pergunta e fala-nos das diferenças entre "café" e "cafeína". Segundo Poliquin, o café pode ser extremamente benéfico desde que sejam satisfeitas algumas condições. O café tem de ser orgânico, de cultura biológica. As formas mais convencionais estão carregadas de pesticidas e outros químicos potencialmente perigosos para a saúde. Além disso, ele deve ser preparado de forma apropriada, por filtração e não como espresso, conseguindo-se assim uma maior concentração de polifenóis antioxidantes. Poliquin recomenda também que o café seja tomado até às 16:00 e uma hora antes do treino. Ele aumenta a força e velocidade de contracção muscular, poupa glicogénio e aumenta a concentração e focus na sessão de treino. É importante no entanto deixar claro que bebidas cafeínadas como o Red Bull não são um substituito do café. Elas não contêm os antioxidantes presentes no café e, como tal, são calorias vazias que não nos trazem qualquer benefício acrescido. Segue-se o vídeo.

Compostos presentes em cosméticos associados à diabetes




Alguns dos compostos presentes nos cosméticos e nos plásticos, denominados por ftalatos, podem conduzir a um maior risco de desenvolvimento da diabetes tipo 2 nos idosos, sugere um estudo publicado na revista “Diabetes Care”.

17 de abril de 2012

Dormir pouco aumenta risco de diabetes



Os indivíduos que têm padrões de sono irregulares ou que não dormem o tempo suficiente apresentam um maior risco de desenvolver síndrome metabólica e diabetes, dá conta um estudo publicado na “Science Translational Medicine”.

16 de abril de 2012

Workshop no VIMAFIT - 01 de Maio, Guimarães



No próximo dia 1 de Maio estarei presente no VIMAFIT com um workshop/palestra sobre nutrição e suplementação aplicada ao desporto, mais concretamente ao Crossfit. A ligação do Crossfit ao movimento Paleo tem-se solidificado nos últimos tempos, mas as exigencias desta modalidade levam a necessidades específicas nem sempre fáceis de suprir num regime mais fundamentalista. Neste evento pretendo discutir de que forma poderemos aliar uma dieta saudável e naturalmente adaptada com máxima performance física e mental nos desafios do quotidiano. Espero-vos lá.

Mais informações em www.crossfitportugal.com