19 de abril de 2012

Um campeão sem glúten



Como sabem (ou ficam a saber), o glúten é um dos meus ódios de estimação. Existem cada vez mais evidências de que o espectro de manifestações provocadas pelas proteínas dos cereais não se limita à doença celíaca típica. Os novos testes serológicos revelam-nos que a frequência de pessoas sensíveis ao glúten é bem maior do que se julgava. A intolerância ao glúten, que não é doença celíaca, pode emergir em qualquer altura de forma silenciosa ou com sintomas ligeiros muitas vezes subclínicos. Um dos intolerantes ao glúten mais famoso é Novak Djokovic, um dos melhores tenistas da actualidade. O seu sucesso competitivo veio quando o trigo e cereais aparentados foram retirados da dieta. Segue-se um texto de Pedro Keul sobre a história de Djokovic, com uma opinião algo discutível de um "especialista". A intolerância ao glúten nada tem a ver com efeito placebo... é um problema real e diagnosticável.

Artigos relacionados:
Afinal não é preciso ter doença celíaca ou alergia para ser sensível ao glúten
A aveia é Paleo?




Sem comentários:

Enviar um comentário