6 de novembro de 2012

Refluxo gastrico: algumas dicas simples



O refluxo gástrico é um dos problemas gastrointestinais mais comuns. É causado por uma disfunção da cardia, a válvula que separa o esófago do estômago no tracto digestivo. Quando esta não fecha devidamente, dá-se a passagem de ácido para o esófago, provocando ardor após as refeições, dor no peito quando nos curvamos, deitamos ou comemos, dificuldade em deglutir, entre outros sintomas. Embora existam protocolos de tratamento eficazes para o refluxo gástrico, ficam aqui algumas dicas simples para aliviar os sintomas sem necessidade de recorrer a fármacos ou suplementos alimentares.


1. Faça refeições pequenas e coma devagar
Grandes refeições colocam pressão na cardia e fazem com que não feche devidamente.

2. Evite comer muito tarde
Não coma até 3 horas antes de ir para a cama. Deitar-se com o estômago cheio pode provocar refluxo.

3. Não se exercite imediatamente após as refeições
Dê tempo para que se dê o esvaziamento gástrico. No entanto também não deve descansar deitado.

4. Durma inclinado
Levante um pouco o seu torso e cabeça num ângulo de 180 graus. Se apenas colocar almofadas na cabeça e ombros estará exercer pressão no estômago ao encurvar a cintura.

5. Identifique alimentos que lhe causam refluxo
Os mais comuns são os alimentos gordos, especiarias, tomates, alho, leite, café, chá, cola, bebidas carbonadas, menta e chocolate.

6. Mastigue pastilhas sem açúcar após as refeições
Vai ajudar a neutralizar o ácido e a proteger o esófago. No entanto deve evitar pastilhas de menta.

7. Descarte a hipótese de efeitos colaterais da medicação
Alguns medicamentos causam refluxo gástrico. Informe-se junto do seu médico ou farmacêutico.

8. Perca peso se precisar
O excesso de peso coloca pressão no estômago que envia o seu conteúdo para o esófago. As roupas mais apertadas e cintos podem também acentuar o problema.


Fonte: Harvard Medical School

3 comentários:

  1. Não esquecer a correcção postural, que ao corrigir uma eventual hipercifose dorsal, pode corrigir o posicionamento do estômago e esófago em relação ao diafragma. (um mau posicionamento pode original hérnias do hiato que levam a refluxo gástrico crónico) ;)

    ResponderEliminar
  2. Concordo com o Artur. Os exercícios respiratórios que se aprendem no Yoga também ajudam bastante a reduzir o refluxo.

    Não só a menta relaxa o esfincter esofágico mas também hortelã e outras plantas similares à menta.

    Tão importante como comer devagar é mastigar bem os alimentos. O espaçamento das refeições deve ser superior ao comumente recomendado de 3h, deve ser 4-5h para dar tempo do estômago se esvaziar e repousar.

    Ter também em atenção que os tomates só causam refluxo nas pessoas sensíveis, o refluxo pode ser também um sintoma de uma alergia ou intolerância alimentar. Nem todas as especiarias causam refluxo (a pimenta é de evitar, o açafrão não provoca refluxo nem a noz moscada).

    ResponderEliminar
  3. Eu acabei com meu refluxo apenas retirando o trigo das refeições. Aderir à dieta páleo/low carb resolveu completamente o problema.

    Por muito tempo fiz o teste, tirando ora um, ora outro alimento, mas só funcionou quando tirei os farináceos.

    ResponderEliminar