13 de fevereiro de 2013

Indústria alimentar segue tácticas das tabaqueiras


Segundo um relatório publicado na conceituada revista médica The Lancet, a indústria alimentar está a adoptar a mesma estratégia de mercado que as tabaqueiras para manter os elevados lucros apesar do impacto na saúde pública. Pelas evidências que dispomos, as políticas de saúde só podem ir no sentido de regulamentar a indústria e limitar indirectamente o acesso a junk food. Para evitar isso mesmo, as grandes companhias estão a criar lobbies nos governos, aproximando-se das autoridades e profissionais de saúde com financiamentos e pressões. Os resultados dos estudos são também muitas vezes distorcidos e fabricados pela própria indústria alimentar. Além disso, começam a apostar no mercado dos países pobres para compensar a estagnação do crescimento nos países desenvolvidos. Estas estratégias foram também seguidas pela indústria do tabaco. A concentração de uma grande quota de mercado em poucos gigantes dá também a essas companhias um grande poderio económico para pressionar os políticos na hora de legislar.

Sem comentários:

Enviar um comentário