4 de fevereiro de 2013

Publicidade a fast-food e a obesidade


Os anúncios a fast-food estão por todo o lado. Mas será que isso pode contribuir para a epidemia de obesidade que se verifica particularmente nas grandes metrópoles? Segundo investigadores da UCLA sim. Num estudo publicado recentemente, foi verificada uma correlação entre o número de outdoors e a prevalência de obesidade na área circundante. Por exemplo, se numa área de residência 30% dos outdoors forem relacionados com comida, seriam de esperar mais 100-150 obesos naquela zona.

As implicações clínicas são claramente reduzidas e a correlação não é particularmente robusta. Mas se estes resultados forem replicados noutras cidades (apenas foram estudadas Los Angels e New Orleans), talvez a política deve dar uma resposta.


Lenard I Lesser, Frederick J Zimmerman, Deborah A Cohen.Outdoor advertising, obesity, and soda consumption: a cross-sectional studyBMC Public Health, 2013; 13 (1): 20 DOI: 10.1186/1471-2458-13-20

1 comentário:

  1. A Nestle lançou nos ultimos dias uma campanha "interessante". Flocos com vitamina D e menos açucar. Este apelo à consciência das mães é "comovente".

    ResponderEliminar