28 de março de 2013

Perder peso alterando a flora intestinal


Continuando com a microbiota intestinal, mais um trabalho, agora em ratos, com possíveis implicações terapêuticas na obesidade. Um dos efeitos do bypass gástrico é a alteração da flora intestinal para um perfil mais favorável. Há alguns anos foi demonstrado que a obesidade era muitas vezes marcada por uma proliferação de Firmicutes e redução de Bacteroidetes, comparativamente a pessoas mais magras. Julga-se que isto permita uma extracção mais eficiente da energia dos alimentos e favoreça a lipogénese no organismo. A perda de peso e o bypass parecem re-equilibrar as coisas. Uma equipa da Universidade de Harvard mostra agora que a repopulação do intestino de ratos obesos com a flora de animais sujeitos a bypass gástrico promove perda de peso.


A flora dos ratinhos que sofreram bypass era dominada por Proteobacteria, com baixos níveis de Firmicutes. Interessante é também que estas alterações se deram em menos de uma semana e foram persistentes. 

É possível que os resultados deste e de outros trabalhos tenham implicações clínicas num futuro próximo para o tratamento da obesidade mórbida. No entanto, é uma área ainda na sua infância e muito há para descobrir.

O artigo foi publicado numa das minhas revistas científicas preferidas, a Science Translational Medicine. Dêem uma vista de olhos que vale a pena.

A. P. Liou, M. Paziuk, J.-M. Luevano, S. Machineni, P. J. Turnbaugh, L. M. Kaplan. Conserved Shifts in the Gut Microbiota Due to Gastric Bypass Reduce Host Weight and AdiposityScience Translational Medicine, 2013; 5 (178): 178ra41 DOI: 10.1126/scitranslmed.3005687


4 comentários:

  1. Nos últimos anos muito se tem estudado a interacção da flora intestinal com várias doenças metabólicas. Houve aliás um estudo em que removeram toda a flora intestinal em ratos com algumas doenças metabólicas (já não me lembro quais, mas vou tentar encontrar o estudo e partilho) e com a remoção desta, os animais ficaram com perfis metabólicos saudaveis. Quando mais tarde repuseram a flora intestinal voltaram a ficar doentes.
    Parabéns pelo blog!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obg :)

      A interacção da flora intestinal com o hospedeiro é um mundo que só agora começa a ser descoberto. E o que sabemos hoje é provavelmente apenas a ponta do iceberg. Mas neste momento há imensas equipas por todo o mundo a trabalhar na área e espera-se que os próximos anos sejam prósperos.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Transplantes fecais... por mais bizarro que possa parecer. Claro que é ainda uma situação experimental...

      Eliminar