15 de março de 2013

Poucas horas de sono e o aumento de peso


Os próximos dias vão ser complicados para conseguir escrever aqui no blogue. Vários cursos e um congresso se aproximam. Mas para compensar, preparo-vos uma surpresa para breve :). Hoje vou apenas falar-vos um pouco do sono e ganho de peso, dando-vos conta dos resultados de um novo estudo publicado pela PNAS, desta vez um ensaio controlado em modelo cross-over. Mais robusto do que os estudos observacionais a que estamos habituados sobre esta temática.

Uma equipa da Universidade do Colorado recrutou um grupo de jovens para um estudo em que durante 5 dias dormiam 5 horas e outros 5 dias 9 horas. Tudo o que comiam durante o dia e a energia despendida eram rigorosamente controlado pelos investigadores. Os resultados revelaram que a restrição do sono levou a um aumento de peso médio na ordem dos 800 g (em apenas 5 dias), acompanhado de um ligeiro incremento na energia ingerida (6%), mais evidente ao final do dia. No entanto, dado o pequeno saldo positivo que se verificou relativamente ao despendido, cerca de 1%, é provavel que outras alterações neuroendócrinas tenham ocorrido para justificar o aumento de peso. Também interessante é o facto de as mulheres parecem mais sensíveis à privação de sono.

Conclusão: mais um estudo, desta vez controlado, a relacionar as horas de sono com o peso corporal. Estes resultados dão força ao princípio das 8-9 horas de sono diários para um programa de redução de peso eficaz. Não que por si tenha um efeito directo, mas porque parece facilitar a manutenção da restrição calórica. Vários mecanismos têm sido apontados nos últimos tempos:


E como controlar, e até estudar, o próprio sono? Mais novidades para breve mas confesso-vos já que tem a ver com a surpresa... :)

Back to work!

Referência:
"Impact of insufficient sleep on total daily energy expenditure, food intake, and weight gain"; Rachel R. Markwald, Edward L. Melanson, Mark R. Smith, Janine Higgins, Leigh Perreault, Robert H. Eckel, and Kenneth P. Wright, Jr; Proceedings of the National Academy of Sciences, published ahead of print 11 March 2013

Sem comentários:

Enviar um comentário