21 de maio de 2013

A obesidade está associada a uma disfunção das artérias a partir dos 50 anos


A "rigidez" dos vasos sanguíneos é um factor de risco cardiovascular de grande importância, especialmente com o avançar da idade. Este fenómeno está relacionado com vários factores que causam uma disfunção na parede dos vasos, como exposição continuada a glicémia elevada e inflamação crónica. E a obesidade está relacionada com ambos. Um estudo agora publicado na revista Hypertension mostra que a % de gordura corporal está associada positivamente com a rigidez das artérias. No entanto, esta relação apenas se verifica a partir dos 50 anos de idade.


Uma explicação para esta associação tardia será o impacto do período de tempo no estado obeso. Quanto mais anos a pessoa for obesa, maior a deterioração da função arterial. O estudo não aponta potenciais mecanismos para esta relação, embora tenhamos já visto alguns factores que podem justificar este processo deletério com a obesidade prolongada. Fica no entanto vincada a importância de uma intervenção precoce no sentido de reduzir a gordura corporal rapidamente e o tempo de exposição dos vasos aos factores de risco cardiovascular. Perder peso numa idade avançada pode não trazer os mesmos benefícios, pelo menos a nível da saúde vascular. O dano já está feito.

Citando um dos autores, "uma implicação é que os potenciais benefícios da perda de peso podem depender da idade e do tempo em que a pessoa foi obesa".

Sem comentários:

Enviar um comentário