21 de junho de 2013

O stress no pai influencia o desenvolvimento e metabolismo dos filhos


Já aceitamos pacificamente o efeito que o estilo de vida da mão tem para o bebé durante a gestação. Dieta, tabaco, exercício físico, e até o stress, seja ele psicológico ou físico. Tudo isto tem impacto no desenvolvimento da criança, e até no seu perfil metabólico mais tarde na vida. O que não sabemos tão bem é o efeito que estes factores têm quando derivam do pai, se é que existe um. Uma experiência recente com animais dá uma achega importante para esta questão. Ao que parece, o stress crónico nos machos eleva a uma reprogramação epigenética das células germinais, os espermatozóides, com implicação na resposta fisiológica ao stress da descendência.

Os investigadores sujeitaram um grupo de ratinhos a stress crónico - mudanças frequentes de gaiola, urina de predadores, barulho, etc. Nestas condições, o constante estímulo do eixo Hipotálamo-Pituitária-Adrenais (HPA) leva a uma deterioração progressiva da resposta ao stress, com um comprometimento da produção normal de cortisol. Isto está em grande parte relacionado com o aumento da expressão de genes que respondem aos glucocorticóides no hipotálamo, potenciando a sua acção central e reduzindo a produção periférica través de uma maior sensibilidade ao efeito de retroacção. Estes animais verificaram alterações epigenéticas nos espermatozóides transmissíveis à descendência, nomeadamente o aumento de 7 miRNAs específicos. Estes miRNA influenciam a expressão génica no zigoto que dá origem ao feto. Consequentemente, observou-se uma resposta anormal ao stress nos descendentes destes animais, com prováveis consequências no seu metabolismo.

Que alterações em concreto são provocadas não se sabe ainda. Fica no entanto demonstrado que o estilo de vida do pai tem influência no desenvolvimento do bebé, influência esta marcada por uma reprogramação epigenética das células germinais. "O que fazemos na vida ecoa na eternidade", neste caso nos nossos filhos.

Sem comentários:

Enviar um comentário