29 de julho de 2013

Multivitamínicos na função cognitiva e atenção


A necessidade ou utilidade do multivitamínico de largo espectro não é aceite por todos, embora se reconheça que a dieta actual é pobre do ponto de vista nutricional. Uma alegação que os proponentes da suplementação fazem habitualmente é a melhoria do humor, função cognitiva e concentração. Que a nutrição afecta a saúde mental e emocional não é contestado, num Mundo cada vez mais afectado pelo stress crónico físico e psicológico, associado à depressão, ansiedade, etc. Segundo Bonnie Kaplan da Universidade de Calgary [link], uma alteração nos padrões alimentares pode ter aqui um papel importante, sugerindo que um maior consumo de vitaminas e minerais através da suplementação ajuda a manter uma saúde mental e emocional em ordem.


Segundo a investigadora, estudantes comportam-se melhor quando consomem alimentos saudáveis como frutas e vegetais. Acho no entanto precipitado atribuir esse papel aos micronutrientes presentes nesses alimentos, e talvez devêssemos olhar para o que não está presente nesses alimentos. Açúcar e hidratos de carbono refinados. O sugar high é um factor de agitação para as crianças, reduzindo a sua atenção nas aulas e performance cognitiva. Óbvio que os alimentos naturalmente menos densos em hidratos de carbono, mais ricos em vitaminas e minerais, irão favorecer concentrações estáveis de glicémia e melhorar a atenção das crianças durante a aula.

Não sou desfavorável aos multivitamínicos como forma de melhorar a qualidade nutricional da dieta. Sou sim contra as mega doses que vemos em muitos produtos, totalmente desnecessárias e que desequilibram a hormese natural do nosso organismo. Também sou muito criterioso na escolha do produto, mais ainda à medida que o meu conhecimento do mercado e produção vai evoluindo. É um aspecto fundamental! O preço não pode ser critério para a sua saúde. Quando escolhe um suplemento alimentar, assegure-se que compra um produto de qualidade. Para além de doses absurdamente altas, muitos utilizam formas pouco biodisponíveis e excipientes desadequados que comprometem a absorção. A maior parte utiliza formas sintéticas de vitaminas com uma acção biológica diferente e mal caracterizada. 

Não gosto de entrar na guerra das marcas, mas já aqui manifestei a minha preferência por dois produtos: o Two-per-day da Life Extension (em cápsulas) e o Ultra Preventive X da Douglas Laboratories. Não posso dizer que são "os melhores do mercado", porque não conheço todos, mas são multivitamínicos e multiminerais de largo espectro muito bons. São suplementos de qualidade elevada, com formas muito biodisponíveis de dois elementos críticos: vitamina B12 como metilcobalamina, e ácido fólico de origem natural. O Ultra Preventive X contém 5-MTHF (Metafolin), a forma com acção biológica do folato, contornando a via biossintética endógena que muitas vezes está comprometida. Na verdade, eu tomo e recomendo apenas metade da dose indicada, e nem sempre utilizo estes produtos. No contexto de uma dieta adequada, não é necessário mais do que isso numa perspectiva preventiva. 



9 comentários:

  1. De acordo Sérgio, a Life Extension é de facto uma das mais fidedignas marcas de suplementos do mundo, pessoalmente só uso Life Extension, Nature's Way(Lecitina) e Revgenetics.

    ResponderEliminar
  2. Como sempre, muito educativo! Obrigada!

    Onde posso encontrar estas marcas à venda?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A melhor forma é pela internet. lef-europe ou iherb.com.

      Eliminar
  3. Bom tarde Sergio onde posso encontrar essas marcas ? já agora
    o que recomendaria em termos de multivitaminas para uma pessoa 50 anos perto da menopausa e com alimentaçao restrita em hidratos carbono actualmente toma o centrum 50+ mas este e bastante caro há algum semelhante ? obrigado cumps

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As mesmas que referi no artigo.

      A melhor forma é pela net, na lef-europe ou iherb.com

      Cumps

      Eliminar
    2. Obrigado pela a sua atenção e pela ajuda dada

      cumps

      Eliminar
  4. Obrigado pelas dicas Sérgio! Logo que terminar a embalagem do multivitaminas que estou a tomar actualmente, irei experimentar o Two-per-day da Life Extension. Abraço.

    ResponderEliminar
  5. "Sou sim contra as mega doses que vemos em muitos produtos, totalmente desnecessárias". O Life Extension, Two Per Day Tablets tem (está descontinuado) de DDR (by FDA): Thiamin (vitamin B1) 5000%; Riboflavin (vitamin B2) 2941%; Vitamin B6 3750%; Vitamin B12 5000%, só para citar as maiores quantidades.
    A querer-se um multivitamínico-mineral equilibrado (também no preço) e com constituintes razoavelmente biodisponíveis, veja-se por exemplo o Daily Vits da Now Foods.
    Cumps.

    ResponderEliminar
  6. Boas Sérgio, será que me consegues fornecer uma avaliação acerca do multivitamínico opti-men da optimum nutrition ou o teu feedback se for caso?

    Obrigado, cumprimentos

    ResponderEliminar