22 de julho de 2013

Tabaco e álcool: uma associação de risco?


A associação entre o consumo de tabaco e o álcool é bem conhecida. Hábitos tabágicos na adolescência estão relacionados com um aumento do consumo de bebidas alcoólicas no futuro e risco de dependência. Na verdade, é reconhecido que o álcool "puxa" pelo cigarro, e vice-versa. Os mecanismos por detrás desta associação não eram conhecidos, embora se saiba que ambos actuam de forma semelhante a nível dos centros de recompensa no cérebro. Um estudo agora publicado [link] mostra que o contacto prévio com nicotina aumenta o consumo espontâneo de álcool em ratinhos. A sinalização da dopamina em resposta ao álcool, neurohormona associada à "recompensa" e prazer, foi atenuada pela exposição prévia à nicotina. Esta inibição é em grande parte explicada pela activação inicial das hormonas de stress com o tabaco, inibitórias da sinalização nos centros cerebrais de recompensa. Devido a este efeito, há uma tendência a consumir mais álcool para compensar a menor resposta. Estes resultados sugerem que o consumo de tabaco na adolescência pode ser crítico para a vulnerabilidade ao abuso do álcool. Além disso, sugere também que as hormonas de stress, cortisol, são alvos potenciais para terapias de prevenção ou até reabilitação.


Sem comentários:

Enviar um comentário