16 de agosto de 2013

Idade e o declínio da testosterona nos homens: existe uma relação biológica?


Lembram-se de quando vos falei sobre a testosterona e o envelhecimento? Que a redução nos níveis de testosterona considerada "normal" com a idade é sobretudo derivada de uma decadência nos hábitos e comportamentos modernos, em muito relacionada com o ganho de gordura e stress? O declínio hormonal no envelhecimento não é explicado somente pela nossa biologia, mas essencialmente pela vida que vivemos ao longo dos anos. Bom... Se não se lembram podem recordar aqui: link

Esta "hipótese" pode ser comprovada em populações indígenas isoladas que conservam hábitos primitivos. Um estudo muito recente com homens Tsimane, indígenas Bolivianos, mostra precisamente isso - os níveis de testosterona e o seu aumento em resposta à actividade física não depende da idade [link], ao contrário de associações que têm sido encontradas em estudos com populações Ocidentais "modernizadas". O abate de árvores, uma actividade sazonal e necessária para a sobrevivência dos Tsimane, leva a um aumento dos níveis de testosterona em 47%, contra os 30% de um jogo de futebol. Apesar de serem duas actividades competitivas e apelativas para o sexo masculino, a primeira tem um maior impacto social na população como um grupo. Mas mais importante, este aumento não depende da idade, nem tão pouco os seus valores absolutos.

Na verdade, os Tsimane têm níveis basais de testosterona tendencialmente mais baixos do que os homens Ocidentais. A explicação mais plausível são as infecções recorrentes e a pouca disponibilidade de alimento em algumas alturas do ano. Já vimos o quanto isso pode afectar os níveis de testosterona [link]. Para mais, saltar uma única refeição pode levar a um declínio agudo na hormona em cerca de 10%. O acesso ao alimento e as condições sanitárias não são um problema nos países e populações desenvolvidas, permitindo níveis absolutos de testosterona mais altos, embora com o referido declínio acentuado que acompanha o envelhecimento.

Concluindo, em populações indígenas pouco influenciadas pelos comportamentos modernos não parece existir uma associação entre a idade e os níveis de testosterona. Eles mantêm-se mais ou menos constantes ao longo do tempo, bem como a capacidade de aumentarem em resposta a eventos e situações competitivas e esforço físico. Assim sendo, o declínio hormonal com a idade não é determinado pela nossa biologia, mas sim pelos nossos comportamentos essencialmente. E os comportamentos podem ser mudados... Exercite-se, mantenha os níveis de gordura controlados, e optimize a sua dieta.



Sem comentários:

Enviar um comentário