13 de agosto de 2013

Mais sobre o sono: cravings por junk food e doces


Hoje tempo apenas para mais um breve artigo sobre o impacto do sono no apetite e homeostase energética. Tal como eu, muita gente se queixa de um apetite voraz, especialmente por junk food e doces, após uma noite mal dormida. A justificação poderá estar numa maior resistência à insulina provocada pela disrupção do ritmo circadiano normal, devido à produção inadequada de melatonina. A resistência à insulina reduz também a resposta da dopamina ao açúcar, aumentando o limar necessário para satisfação [link]. A privação de sono pode também afectar a resposta das incretinas a uma refeição [link], reduzindo a tolerância aos hidratos de carbono e gerando picos de glicémia com maior amplitude, o que levará a fome precoce por hipoglicémia reactiva.

Por ressonância magnética, investigadores de UC Berkeley estudaram os centros de activação cerebral após uma noite de privação de sono [link]. Verificaram uma menor actividade no lóbulo frontal, dedicado à tomada de decisões conscientes, e uma maior actividade em centros profundos relacionados com a "recompensa" e prazer. Ou seja, as pessoas tornam-se menos capazes de julgar se devem ou não ingerir certos alimentos, e mais impulsivas para comportamentos gratificantes. Como esperado, os voluntários do estudo favoreceram sempre alimentos menos saudáveis após poucas horas de sono.


Este estudo é concordante com um dos comportamentos mais consistentes que tenho verificado: más escolhas alimentares na manhã seguinte a uma noite mal dormida, que se refletem como uma bola de neve no resto do dia. Digo e repito, mais uma vez, que garantir um sono profundo e regenerador será uma das modificações no seu estilo de vida com mais impacto na saúde e composição corporal.



2 comentários:

  1. Não facilitarei mais neste tópico do sono! É, de facto, um item importantíssimo para a obtenção de resultados :-). Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Isto acontece-me sempre quando estou em fase de exames. As minhas horas de sono são escassas e tenho um apetite enorme por doces tendo tendência a fugir à dieta, Já tinha associado as duas coisas mas n tinha a certeza, assim fiquei esclarecido! Muito interessante mesmo...

    ResponderEliminar