16 de setembro de 2013

A obesidade visceral está associada a uma redução do volume cerebral


Sem muito tempo para vos escrever hoje, fica apenas uma nota para um estudo curioso e interessante sobre a relação entre a obesidade e o volume de matéria cinzenta, que segundo estes resultados se relaciona inversamente com a adiposidade visceral [link]. Por outras palavras, quanto mais gordura abdominal, maior a perda de volume cerebral. Na verdade, sabe-se que a restrição calórica e perda de peso pode reverter a atrofia associada à obesidade, o que deverá estar relacionado com uma melhor sensibilidade à insulina e menos inflamação. Mais do mesmo... A resistência à insulina e inflamação contribuem para a perda de matéria cinzenta e volume cerebral, o que não significa que fiquemos estúpidos... necessariamente. Mas ao que parece, a nossa cintura expande numa relação inversa com o nosso cérebro.


1 comentário: