12 de setembro de 2013

Investir no bem estar e saúde dos trabalhadores aumenta o valor da empresa


Apenas uma pequena nota para um estudo que achei interessante, numa perspectiva mais "económica" da saúde. Segundo um trabalho publicado no Journal of Occupational and Environmental Medicine, as empresas que investem no bem-estar e saúde da sua força de trabalho têm mais valor e geram mais dividendos para os investidores [link]. No fundo são companhias mais produtivas e prósperas. Na verdade, várias grandes empresas lideradas por pessoas "com visão" cuidam do bem-estar dos seus trabalhadores. Algumas já têm ginásios dedicados ou protocolos externos, opções saudáveis nos refeitórios, actividades lúdicas de grupo, entre muitas outras medidas que aumentam a satisfação do trabalhador, e, consequentemente, a dedicação ao trabalho e produtividade. Esta estratégia é um investimento e não uma despesa. 


1 comentário:

  1. Infelizmente, no contexto da realidade portuguesa ainda é visto como uma "despesa" apesar de já axistirem alguns bons exemplos. E perdemos todos empregadores e trabalhadores.

    Cotinuação do bom trabalho.



    ResponderEliminar