22 de outubro de 2013

Garrafas de plástico e actividade estrogénica na água


Nós estamos constantemente expostos a químicos xenobióticos no dia-a-dia, seja nos alimentos que ingerimos, na água que bebemos, ou nos cosméticos e produtos de higiene que usamos. Mas "estamos" pode ser de facto uma palavra abusiva, porque a partir do momento em que nos consciencializamos para o problema a tendência é reduzir ao máximo a exposição, o que é até certo ponto possível. Um dos efeitos melhor caracterizados destes xenobióticos é a disrupção endócrina. Eles afectam a normal funcionamento do nosso sistema hormonal, exercendo um efeito semelhante às hormonas esteróides, nomeadamente os estrogénios. Dois dos químicos mais mediáticos são o bisfenol A e os ftalatos, já aqui falados por várias vezes [link]. 

Os plásticos são um veículo destes xenobióticos que migram facilmente para os produtos que ingerimos, e a água engarrafada é um dos casos melhor caracterizados. Uma equipa de investigadores Alemã comparou a actividade estrogénica presente em águas engarrafadas em recipientes de plástico ou vidro [link]. Os resultados mostram que essa actividade é cerca de 3 vezes maior em garrafas de plástico (PET). 

As implicações são óbvias... É sempre preferível optar pelas garrafas de vidro, embora muitas vezes não seja praticável. Pelo menos assegurem-se que os recipientes de plásticos não são expostos a temperaturas elevadas, uma vez que o calor aumenta a migração dos químicos para a água. Não é boa ideia deixar uma garrafa no carro em plano Verão, por exemplo. Mas muito pior ideia é deixar as garrafas completamente expostas ao sol como acontece no armazém do hipermercado mais próximo da minha casa (no Almada Fórum), o que pode ser facilmente verificado por quem lá passa de carro. É quase certo que não se trate de desleixo, mas apenas ignorância relativamente a um problema sério de saúde pública.


5 comentários:

  1. Sérgio, trabalho num centro comercial e verifico diariamente a situação precária de armazenamento de águas e leites em exposição a temperaturas muito elevadas dias a fio no cais de descargas.

    Façam um favor: comprem vidro SEMPRE ou invistam numa garrafa de inox.

    em relação ao leite, não comento porque o seu interesse é já de si diminuto no contexto do que o blog aqui apresenta, ainda mais quando essa precáruia qualidade é ainda exposta a elementos como o calor.

    ResponderEliminar
  2. Caro Pedro, obrigado pelos diversos post informativos de excelente conteudo. No entanto trabalho na area dos plásticos e como tal a info colocada nas está correta, nomeadamente quanto ao bisfenol A e aos ftalatos, uma vez que estas substancias p/ plasticos de utilização alimentar já há m,uitos anos estão proibidas. Claro está que as que os substituem também podem no futuro vir a ser consideradas "pouco saudaveis". No entanto há já bastante preocupação quanto a estes fatores. No entanto claro esta que há sempre migração do plastico para a agua...mas esta quantidade não e considerada por agora sequer nociva. Concordo e confirmo que a exposição ao sol(temperatura) dos plasticos em geral vai aumentar esta migração, mas há fabricas de garrafas tal como o Gigante (nacional)LOGOPLASTE que já têm estas preocupações há decadas. Em todo o caso considero também que havendo opcao o melhor será o vidro

    ResponderEliminar
  3. Sergio

    Ainda bem que vai alertando para estas questões. A quantidade de embalagens de plástico é enorme, bebidas, águas, iogurtes etc. Recentemente existe a moda das lancheiras e o inevitável aquecimento de plásticos em micro-ondas . Daqui deduz-se que a exposição aos tais xenobioticos é considerável. Em termos económicos os custos sociais desta "aventura plástica " vão ser muito elevados depois digam que não há dinheiro para suportar o SNS. Como economista defendo que certo tipo de produtos, Coca-Colas, àguas em plastico, produtos processados que contenham açicar deviam ser sobrecarregados com taxa de IVA significativas ( 40 % pelo menos ) sendo o diferencial destinado a financiar o SNS .

    ResponderEliminar
  4. Sérgio poderia me ajudar?
    Não estou conseguindo ver à parte de 1 a 3 poderia me ajudar?
    O vídeo completo está aqui:
    http://www.youtube.com/watch?v=evcNPfZlrZs

    A legenda está aqui:
    http://www.opensubtitles.org/pb/subtitles/4190935/fat-head-pb
    Só não sei sincronizar e botar tudo, Se alguém souber, por favor, me ajude. Abraços...

    ResponderEliminar
  5. Depois do seu excelente artigo de esclarecimento só me apraz perguntar-lhe o que acha disto.
    http://www.youtube.com/watch?v=MXNbdpgcGfI

    Anda aí muita gente a dizer que é inócuo para a saúde.

    ResponderEliminar