15 de outubro de 2013

Whey vs soja nos níveis de testosterona e cortisol em resposta ao treino


Existe uma grande polémica em relação à soja e aos níveis de testosterona nos homens, acreditando-se que as isoflavonas presentes poderão de alguma forma inibir a produção endógena. Alguns estudos em modelos animais e humanos apontam nesse sentido, embora o grau de certeza seja reduzido [link]. Uma das teorias para o efeito hipertrófico do exercício assenta numa base hormonal. O treino de resistência muscular parece estimular hormonas anabólicas, como a hormona do crescimento e testosterona por exemplo, um efeito contrariado pelo cortisol que também faz parte da resposta hormonal normal ao treino. A hipertrofia é resultado de um balanço favorável entre anabolismo e catabolismo, e várias estratégias nutricionais são implementadas no sentido de potenciar a componente anabólica, mas principalmente atenuar o catabolismo induzido pelo cortisol. A proteína de soro de leite (whey) é um suplemento funcional que atua precisamente com esse objectivo. No entanto, o seu efeito a nível das hormonas esteróides está ainda mal caracterizado, uma lacuna que um novo estudo agora publicado tenta preencher. Qual o efeito comparativo da whey à soja nas hormonas esteróides em resposta ao exercício?


Uma equipa de investigadores liderada pelo reconhecido William Kraemer estudou o efeito de 14 dias de suplementação pré-treino com proteína de soja ou whey [link]. Os resultados apontam para que de facto a soja inibe a elevação da testosterona que normalmente se verifica com o exercício, o que não acontece com a whey. Além disso, a whey parece atenuar a elevação do cortisol, mesmo sem a ingestão concomitante de hidratos de carbono. Já não é a primeira vez que falamos sobre isso, embora noutro contexto [link]. A resposta hormonal ao exercício é diferencial dependendo do tipo de proteína utilizada, com clara vantagem da whey. Mais um ponto a favor da whey, e mais um contra a proteína de soja como suplemento ergogénico, o que aliás não e novidade nenhuma [link]...


6 comentários:

  1. Parabéns pelo post Sérgio. Indo na mesma linha, o leite de soja também inibir a elevação ou produção endógena da testosterona?

    Abraços

    ResponderEliminar
  2. E se um individuo tiver cancro na próstata ?

    ResponderEliminar
  3. http://www.isaude.net/pt-BR/noticia/32274/geral/vegetarianos-tem-vida-sexual-mais-satisfatoria-do-que-pessoas-que-comem-carne

    Afinal em que é que ficamos? tanta informação e tanta desinformação que é dificil tomar decisões acertadas hoje em dia :)

    ResponderEliminar
  4. Tendo em conta que segundo esse estudo da relação da soja com os niveis de testosterona, segundo diz o grau de certeza é reduzido, daqueles estudos que tem mais buracos que um queijo suiço.
    Num dos artigos sobre soja também disse que quase toda a soja era produzida de forma trangénica, não é bem assim, alguma cultivada de modo biológico, sugiro para quem consome soja que consumo com certificação biológica.

    ResponderEliminar