16 de outubro de 2015

"Afinal o leite gordo é o melhor para a saúde" - será Jornal i?


"Afinal o leite gordo é o melhor para a saúde. Andou a vida inteira a beber leite magro a acreditar que era melhor para a sua saúde?" - diz-nos o Jornal i: 


Se o diz deve ser verdade, ou não. Na verdade, a conclusão do estudo que citam é:

"Increase in both whole and low fat dairy food, without other dietary interventions, is associated with a modest weight gain, with no or minor effects on other cardio-metabolic risk factors."
PLoS ONE. 2013;8(10):e76480.

Resumindo, nem gordo nem magro.

No entanto, outros estudos retrospectivos caso-controlo associam de facto o consumo de leite magro e "pior" saúde cardiovascular. Mas já pensaram que esta associação pode ser ao contrário? Estas pessoas bebem leite magro porque têm problemas cardiovasculares, ou risco de, e foi-lhes feito acreditar que era melhor?

Muito cuidado quando se tiram conclusões precipitadas de estudos observacionais e epidemiológicos. Associação não significa causalidade. Longe de mim defender o leite, seja gordo, magro, meio gordo, pasteurizado, cru, azedo, sem lactose, ou com cálcio adicionado (peço desculpa se me esqueci de algum). Não sou favorável ao seu consumo, mas não será certamente neste tipo de estudos que me vou basear.

E perguntam vocês. Que raio faz este tubarão aqui? Na Austrália, o consumo de gelados está associado a uma maior incidência de ataques de tubarão nas praias. Talvez por preferirem os diabéticos. Ou simplesmente porque o consumo de gelados está associado ao calor, e as visitas dos tubarões a águas menos profundas também. Há que ver para além do óbvio...

3 comentários:

  1. Tenho uma colónia de probióticos que fermentam leite; os gulosos só querem leite gordo. Faço iogurte e uma espécie de queijo quark

    ResponderEliminar
  2. Será o leite assim tão mau para nós?
    http://www.lowcarb-paleo.com.br/2015/02/laticinios-low-carb-versus-paleo.html

    ResponderEliminar