5 de outubro de 2015

Os ginásios estarão a pensar em quem precisa?


Deixo-vos aqui uma visão muito semelhante à minha, do professor José Soares. Os ginásios hoje em dia estão orientados para modalidades de alta intensidade e alto impacto, extremamente comerciais, mas, na sociedade actual, não é bem o que as pessoas precisam. Um stress extra para juntar ao do dia-a-dia. 


Mais sobre o que é isto da carga alostática aqui.

A gestão das necessidades do cliente versus a sua vontade não é uma questão fácil de gerir, mesmo de uma perspectiva clínica ou de "personal training". Os objectivos de um indivíduo nem sempre são consonantes ao que nós consideramos prioritário para ele. A confiança e empatia necessária para criar novas necessidades e re-estabelecer prioridades pode não ser tão imediata quanto gostaríamos. Mas no fundo, não é também este o papel de um profissional de saúde (e os PTs também o são)? O objectivo é um, o caminho é que nem sempre é tão linear assim.

Sem comentários:

Enviar um comentário